Pesquisar este blog

Isso é o Amor!


Enquanto a água quentinha caia do chuveiro sobre mim, eu pensava nas dificuldades que venho passando, e conseguia ver o cuidado de Deus em cada detalhe. Então comecei a conversar com Ele e agradecer por tantos cuidados sem merecer.
Então perguntei: Deus porque faz tantas coisas por mim? Sei que não mereço, sei  também que não é por merecimento, mas porque faz? Em meu coração ecoou a frase? Isso é amor!

Isso é amor! E neste exato momento me lembrei do meu filho que está na adolescência, estamos passando por momentos difíceis por causa de comportamentos. Ele sempre foi um doce de menino. muito amável e ao mesmo tempo muito sapeca. Entendo que nessa fase surge muitas dúvidas, curiosidade e pensam que já sabem de tudo.
Como mães, as vezes achamos impossível um ato de carinho no momento em que somos afrontadas, provocadas, ou naquele momento em que não querem seguir as regras impostas em nosso lar.
Então a frase que ecoou em meu coração fez muito sentido; queremos que nossos filhos sejam isso ou aquilo, queremos as coisas do nosso jeito e esquecemos de agir com amor. Sejamos sinceras, as vezes é difícil agir com doçura. Nos irritamos por falar dez vezes a mesma coisa no mesmo dia e no dia seguinte, as vezes nos meses seguintes. Mas Deus nos chama para sermos seus imitadores. Então, se Ele consegue agir com amor para conosco em momentos que estamos no pecado, porque não podemos agir assim com nossos filhos?
O amor não é só falar, não e só palavras, são atitudes! Sim,


o cuidar da casa, comida, roupas, mas, o abraço, o carinho, a conversa.
Sabe aquele momento em que seu filho te faz ter vontade de dar uns cascudos nele? Corre lá e da um abraço apertado e diga o quando o ama. Gaste tempo com ele, gaste seu amor com ele.
Nosso ministério começa em casa, como poderemos falar do amor de Deus se agimos com ira e com raiva dentro do nosso lar? Algo esta errado e não é com nossos filhos e sim com os pais. Os pais são o alicerce, são o exemplo, são os professores da vida.

Como mães devemos amar nossos filhos e ajuda-los a passar por fazes difíceis em que eles não se entendem. Se temos dificuldades nesta área, podemos buscar ajuda em Jesus e seu Espirito Santo.

lembrem-se O amor sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.I Coríntios. 

Eu sei que as vezes pensamos em desistir de tudo, sei que achamos que erramos, tentamos fazer o melhor, damos tudo o que temos por nossos filhos, inclusive a própria vida se fosse preciso.
Também sei que dói a ingratidão, a falta de reconhecimento, então apenas ame, e ame e ame, um dia a colheita virá, e valerá a pena.
Nossa força vem de Deus e o amor também, então busquemos!

Mônica Kmieczik


Nenhum comentário:

Postar um comentário